focosh@focosh.com.br
(45) 98813-1115
Você está em: Página Inicial > Esportes
Após ano em branco, Jael brilha com passes mágicos e é zoado por Renato: "Monstro"
Centroavante, líder em assistências da equipe na temporada, já deu toques de calcanhar e de ombro para gols dos companheiros e vira algo de brincadeiras do treinador
Por globoesporte | Postado em: 02/04/2018 - 08:34

Mais Imagens

Jael é um jogador carismático. Mesmo com uma temporada sem marcar um gol sequer em 2017, gozava de prestígio entre os torcedores gremistas e o técnico Renato Gaúcho. Tanto que teve seu contrato renovado. E, neste novo ano, mostrou que a decisão de mantê-lo na Arena foi acertada. Acumula não só títulos, como gols e assistências em profusão. Os passes para os companheiros, aliás, aumentaram essa aura sobre o centroavante, que saiu ovacionado de campo neste domingo e foi alvo de elogios e brincadeiras do treinador.

O camisa 9 foi o principal destaque da equipe na goleada por 4 a 0 sobre o Brasil de Pelotas, no primeiro jogo da final do Gauchão. Detalhe: sem balançar as redes uma vez sequer. Os dois gols de Everton saíram de passes do centroavante, que ainda teve participação direta também no gol de Alisson, após cabecear forte e Marcelo Pitol dar rebote.

A segunda assistência foi uma pintura. Após receber a bola de Ramiro, Jael tocou de calcanhar para Everton anotar o terceiro do Tricolor. O lance culminou com um riso de alegria de Renato Gaúcho pelo feito do pupilo. Na entrevista coletiva após a partida, o treinador fez elogios ao centroavante, mas não perdeu a chance de brincar com o pupilo.

– Vocês (jornalistas) estão criando um monstro. Vai por mim que sei o que estou falando. O Jael é muito dedicado. Ele sabe que não tem aquela condição técnica toda, mas, dentro das suas características, ele ajuda bastante. Hoje ele tomou uma dura e na hora que ele saiu eu fiz um elogio para ele. A dura foi quando fizemos um ou dois gols, em uma outra jogada no meio de campo, ele deu passe de calcanhar. Ele não está acostumado a isso. Falei para ter cuidado, que um adversário podia achar que fosse menosprezo. Ele tem que fazer como foi no terceiro gol, o do Everton. Eu nunca tinha visto aquilo, mas vai. Às vezes, você tira água de pedra. Depois, o elogiei e falei no ouvido dele que nunca tinha sido tão ovacionado pela torcida. Está de parabéns - afirmou.

O centroavante tem se notabilizado pelos lances plásticos. Também foi assim na na vitória por 3 a 0 sobre o Inter, no primeiro jogo das quartas de final, quando deu de ombro para Arthur dar números finais no confronto que encaminhou classificação às semifinais (reveja no vídeo abaixo). Após a partida deste domingo, o camisa 9 lembrou as duas assistências, comentou a declaração do chefe e falou sobre sua importância para o time.

– Estão criando um monstro do bem, que dá resultado. Um monstro que ajuda os companheiros. Não preciso fazer gol para ser decisivo. Às vezes, eu posso achar meu companheiro. Graças a Deus, tive oportunidade de dar assistência para o Everton, que foi muito feliz nas finalizações – declarou o centroavante, que também rebateu a brincadeira do chefe. – É difícil ter esses passes de letra no DVD dele. Brincadeira, o Renato é um ídolo maior. É uma referência, como treinador, e jogador nem se fala.

"Estão criando um monstro do bem, que dá resultado. Um monstro que ajuda os companheiros. Não preciso fazer gol para ser decisivo" (Jael)

O discurso de Jael tem amparo nos números. Afinal, já soma cinco assistências em 2018. É o principal "garçom" do time, bem à frente de, curiosamente, Everton, o segundo no quesito, com dois passes para gol. Para completar, após encerrar 2017 sem um gol, o atacante agora é vice-artilheiro da equipe, com três (mesmo número de Everton), só atrás de Luan, que tem cinco.

Com a vitória neste domingo, o Grêmio colocou a mão na taça do Gauchão. O time de Renato pode perder até por três gols no jogo de volta que será campeão. A próxima partida contra o Brasil de Pelotas ocorre no próximo domingo, às 16h, no Bento Freitas. Antes, no entanto, o time foca na Libertadores. Atual campeão do torneio, o Tricolor estreia em casa diante do Monagas, da Venezuela. O duelo será disputado nesta quarta-feira, às 19h15, na Arena.

Tecnologia e desenvolvimento