focosh@focosh.com.br
(45) 98813-1115
Você está em: Página Inicial > Política
‘Bolsonaro tem apoio e vai durar anos’, diz José Dirceu
Por MSN | Postado em: 13/11/2018 - 09:28

O ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu (PT) afirmou nesta segunda-feira, 12, que o governo de Jair Bolsonaro (PSL) deve durar muito anos, pois tem base popular. “É uma luta de longo prazo, não nos iludamos, não é de curto prazo. É um governo que tem base social, muita força e muito tempo.” O petista afirmou que a derrota do partido na última eleição não foi apenas “política, mas ideológica”.

Dirceu estava no Tuca, o teatro da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), lançando seu livro de memórias. Começou sua palestra com uma autocrítica. “Muitas vezes nós nos desviamos. Temos que ter a coragem de dizer isso e eu tenho.” Sua autocrítica se estendeu a práticas petistas no governo. Disse que o partido se distanciou do cotidiano da população nos 13 anos em que esteve no poder. Completou sua crítica às relações da sigla com o combate à corrupção – Dirceu está condenado a 30 anos e 9 meses de prisão na Lava Jato.

Lembrou o uso político que esse combate teve no passado. “Digo isso não porque não tenhamos que combater a corrupção, porque não precisemos rever nossos erros principalmente sobre o sistema de financiamento de campanhas.”

Por fim, classificou o momento em que o País passa como uma contrarrevolução. “Uma regressão cultural e política.” Para ele, as forças de oposição não devem se perder em debates que as dividem. “Cada um tem de cumprir seu papel. Lá na frente a gente se encontra.”

Últimas Notícias
Política 09 Dez às 09:15
Proposta foi citada durante teleconferência em evento no sábado (8). O presidente eleito disse que está preocupado com o sistema de votação.
Política 05 Dez às 07:03
PT aponta abuso de poder porque apoiador de Bolsonaro teria ameaçado demitir funcionários se eles não votassem no candidato do PSL. Fachin pediu mais tempo para estudar caso
Política 04 Dez às 07:44
Defesa do ex-presidente apresentou novo pedido após Sérgio Moro ser anunciado ministro de Jair Bolsonaro; Moro condenou Lula em 1ª instância. Petista está preso desde 7 de abril
Política 27 Nov às 09:22
Reajuste vale também para a procuradora-geral da República
Tecnologia e desenvolvimento