focosh@focosh.com.br
(45) 98813-1115
Você está em: Página Inicial > Política
Mandato de vereador preso suspeito de chefiar organização criminosa é suspenso
Sanção foi determinada pela Justiça como condição para liberdade provisória; Nilson Hackmann, de Marechal Cândido Rondon, pagou multa de R$ 30 mil
Por G1 | Postado em: 28/05/2019 - 09:38

O mandato do vereador Nilson Hachmann (PSC), de Marechal Cândido Rondon, no oeste do Paraná, foi suspenso oficialmente nesta segunda-feira (27). O parlamentar foi preso pelo Gaeco no dia 15, suspeito de chefiar uma organização criminosa.

O suplente Valdecir Shons, conhecido como Paleta, deve ser empossado no lugar de Hachmann na próxima segunda-feira (3).

A suspensão do mandato faz parte das medidas cautelares da liminar que garantiu a liberdade provisória de Hachmann. Ele também está proibido, entre outros, de entrar e de se aproximar da Câmara de Vereadores.

O vereador deixou a prisão no fim da tarde de quinta-feira (23), depois de pagar fiança de R$ 30 mil.

Para o Ministério Público (MP-PR), o vereador é suspeito de usar nomes de laranjas para beneficiar duas empresas da área da construção civil em contratos com o município, desde 2009. Segundo a denúncia, a fraude passa R$ 6 milhões.

Os outros presos na Operação Pula-Pula continuam presos na Penitenciária Estadual de Cascavel (PEC).

A defesa do vereador disse que está analisando a decisão do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) e deve entrar com um pedido para derrubá-la.

Últimas Notícias
Política 10 Out às 06:23
Texto, que vai ao Senado, definiu percentuais de estados e municípios
Política 05 Out às 10:46
Tecnologia da informação é usada para identificar irregularidades
Política 03 Out às 15:08
Presidente criticou ativismo do Judiciário e Ministério Público
Política 27 Set às 20:53
Congresso Nacional ainda pode apreciar os vetos na semana que vem
Política 22 Set às 09:44
Se a lei for sancionada, valerá para as eleições municipais de 2020
Tecnologia e desenvolvimento