focosh@focosh.com.br
(45) 98813-1115
Você está em: Página Inicial > Policial
Operação Esforço Integrado já prendeu 80 pessoas e apreendeu mais de 1,5 tonelada de drogas na fronteira
Por Assessoria | Postado em: 28/06/2018 - 19:44

As forças de segurança realizaram uma grande operação de combate à criminalidade na cidade de Foz do Iguaçu, ontem, quarta-feira (27). A ação faz parte da Operação Esforço Integrado, que vem sendo realizada há uma semana nas regiões de fronteira de 11 Estados brasileiros, entre eles o Paraná.

 

As equipes saíram em comboio da sede do 14º BPM e iniciaram patrulhamento e abordagens em áreas críticas da cidade, como os bairros Jardim Jupira, Vila Portes, Vila Miranda, Portal da Foz e Porto Meira, que são pontos de maior incidência de criminalidade, principalmente próximo às barrancas do Rio Paraná e do Lago de Itaipu.

 

As ações contaram com mais de vinte viaturas, além do apoio aéreo por parte das aeronaves da Polícia Civil e da Polícia Rodoviária Federal.

 

Na região da Ponte Internacional da Amizade, na fronteira com o Paraguai, a Polícia Militar usou uma unidade de monitoramento com câmeras, a Plataforma de Observação Elevada (POE). Com sofisticada tecnologia, o equipamento dispõe de câmeras que podem ser usadas para interceptar imagens a longas distâncias ou até mesmo à noite, com um recurso que permite captar o calor e identificar pessoas em locais de difícil acesso.

 

 

 

Saldo positivo

 

As ações de onten tiveram saldo positivo. No total, foram abordadas 250 transeuntes, 80 carros e 30 motocicletas. Também foram apreendidos 65 pneus contrabandeados, em duas ocorrências distintas, e uma mulher foi conduzida à delegacia após ser flagrada com maconha.

 

Segundo o 1º tenente Rildo Fausto Kops Neto, secretário adjunto do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira (GGI/F), órgão que coordena as ações da Operação Esforço Integrado, ressalta que a ação foi um sucesso, haja vista que a missão mais importante foi cumprida: a prevenção, pois a presença policial é essencial para inibir a criminalidade e garantir segurança à sociedade. "O êxito maior não são as ocorrências, mas, sim, a presença policial, que gera uma sensação de segurança e conforto à população e faz com que ela acredite nas instituições e se sinta mais protegida", salienta.

 

 

 

Resultados abrangentes

 

No Paraná, a Esforço Integrado abrange 139 municípios próximos ou que fazem fronteira com Paraguai e Argentina. Em uma semana, 24 mil pessoas foram abordadas, 10 mil veículos fiscalizados, 10 embarcações e 128 veículos apreendidos. Também foram apreendidos entorpecentes: 1,5 toneladas de maconha; 30 quilos de cocaína, 7 quilos de haxixe e 1 quilos de crack.

 

Além disso, foram recolhidas 530 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai, mais de 1 mil volumes de mercadorias contrabandeadas, seis armas e 69 munições retiradas de circulação. Até o momento, 80 pessoas foram presas e sete adolescentes apreendidos.

 

A avaliação, para o comando da operação, é positiva. "Essa integração é essencial para que o serviço de segurança pública nas fronteiras gere resultados realmente bons. Se cada ator desse cenário chamado Segurança Pública trocar informações e atuar junto com outros atores, o retorno disso é mais apreensão, mais prisão e mais presença policial. A sociedade ganha em muito com isso", ressalta o tenente Kops.

 

 

 

Sobre a operação

 

Criada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública e pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Paraná, a operação reúne várias instituições de segurança sendo elas Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira, Polícia Federal, Força Nacional, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Paraná, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil do Paraná, Polícia Científica, Departamento de Inteligência do Estado do Paraná, Guardas Municipais, Agência Brasileira de Inteligência, Agência Nacional de Transportes Terrestres e Receita Federal.

 

Só nos municípios paranaenses, que somam 208 quilômetros de fronteira com os países vizinhos, abarcando uma população de 5,5 milhões de habitantes, há 200 pontos de atuação das forças policiais, com cerca de dois mil servidores.

 

As ações estão sendo executadas em cinco frentes de atuação nas fronteiras e divisas, com bloqueios terrestres fixos e móveis em pontos pré-estabelecidos, patrulhamentos terrestres e fluviais, abordagens e fiscalização de passageiros em aeroportos, portos e terminais rodoviários, além de acompanhamento e monitoramento de áreas vicinais por serviço aero policial.

 

Há uma estimativa de que ao longo do Rio Paraná e do Lago de Itaipu haja mais de 300 portos clandestinos, que funcionam como facilitadores para a entrada de produtos ilícitos no Brasil. Diante desse cenário, pretende-se com a operação o aumento da presença das forças de segurança por meio de abordagens e bloqueios policiais, prisão de criminosos e foragidos, maior quantidade de apreensões e recuperação de veículos furtados ou roubados.

Últimas Notícias
Policial 24 Set às 07:46
Enterro foi acompanhado por uma escolta da Guarda Civil Municipal. Jovem de 23 anos foi encontrado ao lado dos corpos dos filhos dois dias depois de raptar as crianças em Boituva (SP).
Policial 21 Set às 09:25
Vítima pagaria com a vida no lugar de um amigo, que ela indicou para fazer negócio com os criminosos, e que não pagou por carregamento de drogas
Policial 20 Set às 20:08
Arma, uma metralhadora Browning .50, estava sendo negociado por traficantes por R$ 200 mil. Duas pessoas foram presas na Barra da Tijuca.
Tecnologia e desenvolvimento