focosh@focosh.com.br
(45) 98813-1115
Você está em: Página Inicial > Cotidiano
Palestra sobre violência doméstica é ministrada a estudantes do ensino médio pela Patrulha Escolar em Santa Helena
Por | Postado em: 06/11/2018 - 09:29

Mais Imagens

Na noite desta segunda-feira (5), uma palestra sobre violência doméstica foi ministrada pelos soldados Lindomar Baller e Daniela Rosana Pereira do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária – BPEC, juntamente com o subcomandante da 4ª Companhia de Polícia Militar, Aspirante Maycon Leandro de Souza, aos alunos do 1º,2º e 3º ano do Colégio Castelo Branco em Santa Helena.

O objetivo do encontro realizado no auditório do SISMUSA, segundo a soldado Daniela, é a prevenção contra qualquer tipo de violência, principalmente casos contra as mulheres. Uma em cada cinco mulheres já sofreu algum tipo de violência doméstica cometida por algum homem.

No Brasil, cerca de 80% dos casos de agressão contra mulheres foram cometidos por parceiros ou ex-parceiros. “Em Santa Helena para termos uma ideia, são aproximadamente 630 mulheres atendidas após sofrerem algum tipo de violência e para nós esse número é alarmante”, comenta Daniela.

Para um dos alunos do Colégio Castelo Branco de 25 anos, a palestra foi muito produtiva. “Algumas pessoas não recebem informações principalmente sobre como agir em casos de violência. O que aprendemos nesta noite vamos levar para toda vida”, destaca.

A violência pode se caracterizar em vários tipos, sendo elas: Emocional, Social, Física, Sexual, Financeira, Patrimonial e Perseguição.

O subcomandante Aspirante Maycon Leandro de Souza, destaca que a questão primordial da palestra é a violência contra a mulher. Existe uma lei chamada Maria da Penha, que não condiz apenas às mulheres e sim também aos homens. A importância do ciclo de palestras promovidas pelo BPEC são os constantes registros de violência atendidos no município e os trabalhos vem de encontro a conscientização das pessoas.

A 4ª CIA de Santa Helena possui hoje um espaço para atendimento a qualquer pessoa vítima de violência. Denúncias também podem ser realizadas através dos telefones 180, este específico para mulheres vítimas de violência doméstica ou 190 da Polícia Militar.

Tecnologia e desenvolvimento