focosh@focosh.com.br
(45) 98813-1115
Você está em: Página Inicial > Policial
Polícia ouve primeiros depoimentos do assassinato do jogador Daniel
Advogado da família do atleta pede reconstituição da noite do crime, e refuta estupro
Por Bem Paraná | Postado em: 06/11/2018 - 09:52

O delegado-titular da Delegacia de São José dos Pinhais, Amadeu Trevisan, tomou, ontem, os depoimentos de Cristiana Brittes e de sua filha, Allana Brittes. As duas, junto com o pai e marido, Edison Brittes, são suspeitos da morte do jogador Daniel Correa Freitas, no dia 27 de outubro. Edison também seria ouvido ontem, mas teve o depoimento adiado. Os tgr~es estão presos preventivamente desde a quinta-feira da semana passada.
O crime, que tem repercussão nacional, deve ter novidades hoje, quando o delegado Trevisan ficou de apresentar o teor dos depoimentos de ontem. Após nove dias de investigação, a Polícia Civil teria identificada cinco pessoas suspeitas de participação ou de terem presenciado fatos na noite da morte do jogador.
Ontem, o advogado da família do jogador, Nilton Ribeiro, pediu na Justiça que a polícia faça uma reconstituição do assassinato do atleta. Para o advogado, o trabalho de reconstituição deve provar que a família Brittes, suspeita de matar o jogador, está omitindo e alterando informações prestadas à polícia.
Em entrevistas antes de ser preso, Edison disse que socorreu sua mulher, que era violentada por Daniel. Ele assumiu que matou o jogador.

Tecnologia e desenvolvimento