focosh@focosh.com.br
(45) 98813-1115
Você está em: Página Inicial > Política
Presidente do PSL diz que Bolsonaro decidiu antecipar proposta de 13º para Bolsa Família
Por Bem Paraná | Postado em: 11/10/2018 - 07:05

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, afirmou nesta quarta-feira (10) que a campanha decidiu incluir no programa de governo uma proposta para pagar o 13º salário para beneficiários do programa Bolsa Família.

"Nós não soltaríamos essa notícia agora, soltaríamos mais para frente, mas o capitão decidiu que seria assim. É uma proposta que foi desenhada, costurada e pensada até mesmo pelo general Mourão que é a implementação de um 13º do Bolsa Família."

O anúncio ocorre depois de o vice de Bolsonaro, general Hamilton Mourão, ter dado declarações controversas sobre o pagamento do 13º salário. Ele disse a uma plateia de empresários que o benefício era uma "jabuticaba".

Bebianno não detalhou de onde os recursos serão retirados e disse que o pagamento poderá ser feito em duas parcelas.

"Talvez dividido em duas parcelas, isso ai o Paulo Guedes vai definir na hora certa", disse.

A proposta de criar um 13º salário para o programa não é novidade em campanhas eleitorais.

Em 2010, o benefício foi proposto pelo tucano José Serra, quando ele disputava a Presidência com Dilma Rousseff (PT).

Em 2014, a dois dias das eleições, a candidata Marina Silva, então filiada ao PSB, também prometeu o mesmo.

Últimas Notícias
Política 11 Dez às 07:07
Presidente eleito diz que voto popular é "compromisso inquebrantável"
Política 09 Dez às 09:15
Proposta foi citada durante teleconferência em evento no sábado (8). O presidente eleito disse que está preocupado com o sistema de votação.
Política 05 Dez às 07:03
PT aponta abuso de poder porque apoiador de Bolsonaro teria ameaçado demitir funcionários se eles não votassem no candidato do PSL. Fachin pediu mais tempo para estudar caso
Política 04 Dez às 07:44
Defesa do ex-presidente apresentou novo pedido após Sérgio Moro ser anunciado ministro de Jair Bolsonaro; Moro condenou Lula em 1ª instância. Petista está preso desde 7 de abril
Política 27 Nov às 09:22
Reajuste vale também para a procuradora-geral da República
Tecnologia e desenvolvimento